Parsemat v. 0.8 Beta

Português | English

Parsemat v. 0.8 Beta é uma ferramenta para tarefas composicionais ou analíticas da Análise Particional. É um programa voltado para compositores, pesquisadores em música, principalmente em textura e forma, e para interessados em entender melhor a Análise Particional e suas teorias derivadas. Suas aplicações incluem:

  • Análise formal e textural;
  • Identificação de traços autorais comuns a repertórios de um ou vários compositores;
  • Comparação com outros tipos de análise (harmônica, rítmica), para extração de relações estruturais;
  • Análise de orquestração e distribuição de instrumentos;
  • Análise de estruturas melódicas.

A versão 0.8 Beta está em fase de testes e é oferecida como programa de código aberto.

Instruções Básicas

A interface do programa Parsemat é constituída por painéis de seleção (Selection), particionamentos (Partitioning), gráficos (Graphics) e informações sobre o arquivo (Control), e um painel de tabelas, onde os dados do arquivo são exibidos.

Elementos da Interface

1. Seleção (Selection)

O primeiro passo para o uso do aplicativo é a seleção de um arquivo MIDI.

Para análises de estrutura musical é recomendável que o programa gerador do arquivo MIDI esteja com mecanismos de performance humana desligados.

Para avaliar timbres ou categorias de eventos, é importante que os diferentes instrumentos ou categorias estejam programadas em diferentes canais.

Alguns programas tendem a superpor notas contíguas para criar efeitos artificais de legato ou reverb; esse tipo de recursos também pode afetar a análise.

Caso o objetivo seja análise de performance, um arquivo não-quantizado pode ser mais adequado.

Ou seja, recomenda-se a preparação prévia do arquivo para os resultados desejados.

  • Para selecionar o arquivo MIDI a ser analisado:
    1. Clique no botão MIDI, no painel Selection.
    2. Selecione um arquivo MIDI em seu computador.
    3. O nome do arquivo MIDI passa a ser exibido no botão do painel Selection.
    4. No painel Controle é indicado se o arquivo é polifônico ou homofônico (esses termos são usados nesse momento em seu sentido técnico, dentro do contexto MIDI, ou seja – se o arquivo tem notas simultâneas ou não).
    5. Será exibida a tabela nm – abreviatura de Note Matrix, do MIDI Toolbox® (Eerola e Toivianien, 2004).

2. Tabela nm (NM table)

A tabela nm ou note matrix apresenta informação sobre o arquivo MIDI, organizada em 7 colunas:

  1. Onset (beats) – ponto de ataque (noteon) de cada evento (nota), em beats. O beat (pulso) é uma unidade usada no arquivo MIDI, semelhante ao pulso musical, porém independente do compasso. Ou seja, a contagem é crescente do início ao fim do arquivo. Noteon e noteoff são instruções MIDI para iniciar e finalizar a execução de um evento (nota).
  2. Duration (beats) – duração do evento (diferença entre noteon e noteoff) em beats.
  3. MIDI channel – canal MIDI em que o evento específico ocorre. Geralmente o canal é associado, no uso do protocolo MIDI, à escolha do instrumento ou timbre (patch). Cada timbre é veiculado por um canal distinto. Mas o canal pode ser usado para separar os eventos de acordo com qualquer outro critério. No Parsemat, por exemplo, o canal será usado para classificar unidades de construção composicionais (ver adiante, seção 3.3).
  4. MIDI pitch – altura do evento (nota). A altura é dada em número de semitons, sendo o dó central correspondente ao número 60. O MIDI restringe-se ao sistema de temperamento igual, mas uma vez obtida a matriz, é possível trabalhar no Parsemat com qualquer outra divisão da oitava.
  5. Velocity – intensidade de ataque do evento.
  6. Onset (sec) – semelhante à coluna 1, mas com os dados medidos em segundos.
  7. Duration (sec) – semelhante à coluna 2, mas com os dados medidos em segundos.
  • Para editar a tabela nm:
  1. Clique na célula a ser editada.
  2. Digite o novo valor.
  • Para salvar a tabela nm:
  1. Clique em File > Save nm.
  2. Alternativamente, use o comando Shift+S.
  3. Selecione o local de salvamento e clique em OK.

3. Controle (Control)

O painel Controle retorna informações sobre o arquivo MIDI.

  1. Os botões poly e mono indicam a natureza do arquivo – monofônico ou polifônico.
  2. Ao clicar no botão nm, é exibida a tabela nm no painel Tabela. A tabela é editável.
  • Para editar a tabela nm:
  1. Clique na célula a ser editada.
  2. Digite o novo valor.

4. Particionamentos (Partitioning)

O Parsemat oferece três opções de particionamento.

  1. Rhythmic : o Particionamento Rítmico compara pontos de ataque e durações entre diferentes partes, deduzindo a partição a partir de cada novo noteon. Esse modo está disponível apenas para arquivos poly.
  2. Linear: o Particionamento Linear ou Melódico compara a configuração melódica de cada nova altura de uma melodia deduzindo partições que expressam o desenvolvimento da textura melódica. Esse modo está disponível apenas para arquivos mono.
  3. Channels: o Particionamento por Canais é um modo flexível, que pode ser usado pelo compositor ou pesquisador em várias aplicações diferentes. Por exemplo, em Particionamento Instrumental, onde as partes são lidas por naipes orquestrais, ou no Particionamento por Eventos, onde a partitura é preparada previamente pelo pesquisador, atribuindo canais diferentes a eventos de natureza distinta. Esse modo está disponível apenas para arquivos poly.
  • Para obter a Análise Particional:
  1. Clique no particionamento desejado, dentre os particionamentos disponíveis.
  2. A tabela de partições é exibida no painel Tabelas.

5. Gráficos (Graphics)

O Parsemat oferece três opções de gráficos:

  • Indexogram – o indexograma apresenta os índices de aglomeração e dispersão plotados em arranjo espelhado a partir de um eixo mediano. Os picos superiores correspondem a pontos de máxima variedade (maior número de partes articulando ideias diferentes). Os picos inferiores correspondem a pontos de máxima massividade (maior número de partes articulando ideias idênticas).
  • Partitiogram – o particiograma apresenta as partições da peça mapeadas em um espaço de fase, onde a trajetória delineada pelo fluxo textural da obra oferece uma visão geral do repertório de partições utilizados e suas relações.
  • Parttemp – o particiograma temporal traz o resumo das informações do indexograma e do particiograma em um gráfico integrado 3D. Usando a ferramenta de rotação da janela da Figura, é possível girar o gráfico, tendo assim um entendimento melhor da topologia da estrutura resultante.
  • Para obter um dos gráficos particionais:
  1. Clique no botão correspondente.
  2. Uma janela nova é aberta com o conteúdo do gráfico selecionado.

6. exportação

O Parsemat apresenta também algumas opções de salvamento e exportação no menu File > Export.

  • Export as Tab – Exporta a tabela de partições em formato matlab (.m). Como há três particionamentos possíveis, cada arquivo pode exportar como tabrit, tablin e tabchan (correspondentes, respectivamente aos particionamentos rítmico, linear e por canais).
  • Export nm as MIDI – Exporta a tabela note matrix em forma de arquivo MIDI. Essa função é útil quando o usuário fez edições diretamente na tabela.

7. Referências

Para informações sobre os conceitos básicos da Análise Particional, recomendamos a seguinte bibliografia:

  • Análise Particional – publicações 🔗

8. Download e Instalação

Parsemat v. 0.8 for Windows 64 bits.

Para instalar Parsemat v. 0.8 Beta junto com o MRC (Matlab Runtime Compiler):
1. Faça o download do arquivo abaixo.
2. Clique duas vezes para iniciar o processo de instalação.

  • Parsemat v. 0.8 Beta Windows 64 bits Installer MRC 🔗

Para baixar o arquivo executável do Parsemat v. 0.8 separadamente, caso o MRC 9.4 (2018a) já esteja instalado:
1. Faça o download do arquivo abaixo para uma pasta de livre escolha.
2. Clique duas vezes para abrir o programa.

  • Parsemat v. 0.8 Beta Windows 64 bits executable 🔗

Parsemat v. 0.8 for Mac OS

Para instalar Parsemat v. 0.8 Beta junto com o MRC (Matlab Runtime Compiler):
1. Faça o download do arquivo abaixo.
2. Clique duas vezes para descomprimir o arquivo para uma pasta no mesmo local.
3. Clique duas vezes no arquivo de instalação para instalar o Matlab Runtime Code (MRC 9.4 2018a).
4. Depois de instalado o MRC, clique duas vezes no arquivo Parsemat para abrir o programa.

  • Parsemat v. 0.8 Beta Mac OS Installer MRC 🔗

Para baixar o arquivo executável do Parsemat v. 0.8 separadamente, caso o MRC 9.4 (2018a) 🔗 já esteja instalado:

  • Parsemat v. 0.8 Beta Mac OS executable 🔗

9. Novidades da versão 1.35

  1. Tabelas de partições agora podem ser salvas e carregadas. Isso permite o primeiro diálogo com o aplicativo Partops, que tem a mesma funcionalidade.
  2. As note matrix podem ser salvas e carregadas.
  3. As note matrix podem ser exportadas como arquivos MIDI.
  4. A tabela passou a ter estrutura com células e linhas editáveis.
  5. A produção do particiograma foi revista, e tem mais estabilidade.
  6. Foi adicionada a opção de particiograma temporal (ptemp), que resume os dados dos gráficos restantes.
  7. As figuras exibem agora o menu de figura padrão do Matlab completo.
  8. O título foi retirado da interface e inserido na barra de título.
  9. Pequenos ajustes de tamanho, proporção e cor no layout da janela.

10. Sobre

PARSEMAT – Parseme Toolbox Software Package v. 0.8 Beta. Copyright © 2020 by Pauxy Gentil Nunes Filho.
Desenvolvido por Pauxy Gentil Nunes Filho, pauxy.contact@gmail.com
As funções ‘onset’, ‘dur’ e ‘channel’ são parte do MIDI Toolbox Software Package, de Tuomas Eerola & Petri Toiviainen, Departamento de Música, ptee@cc.jyu.fi, ptoiviai@cc.jyu.fi, Copyright © 2004, University of Jyvaskyla, Finland.

This program is free software; you can redistribute it and/or modify it under the terms of version 2 of GNU General Public License as published by the FreeSoftware Foundation.
This program is distributed in the hope that it will be useful, but WITHOUT ANY WARRANTY; without even the implied warranty of MERCHANTABILITY or FITNESS FOR A PARTICULAR PURPOSE. This is free software, and you are welcome to redistribute it under certain conditions. See the GNU General Public License for more details. You should have received a copy of the GNU General Public License along with this program; if not, write to the Free Software Foundation, Inc.,59 Temple Place – Suite 330,Boston, MA 02111-1307, USA.28.
GNU GENERAL PUBLIC LICENSE 🔗